06/10/11 | Biertour - Europa 2011

Porque eu não deveria ter comprado a Westvleteren 12

Não sei se vocês tem noção da dificuldade que é comprar uma Westvleteren, seja do tipo que for. O mosteiro trapista que a produz, exige uma série de restrições que tornam quase impossível para um turista adquiri a cerveja, os moradres locais com paciência talvez até consigam.

Um dos requisitos é que a compra deve ser agendada com dia, hora e a cereja que você vai comprar. Apenas engradados com 24 garrafas são vendidos a pessoa que conseguir ligar e reservar pela placa do carro. Outro problema é que cada carro só pode reservar a cada dois meses.

Além disso, existe a dificuldade do telefone. O único número normalmente apresenta sinal de ocupado, sendo quase impossível falar com eles. Uma fonte nos disse que tentou 93 vezes até conseguir ser atendida. Ainda existe um mecanismo que impede que telefones já usados na reserva façam uma nova ligação, pois ele é ligado a placa do carro.

Por último, fechando o caixão, existe uma restrição que os monges fazem àqueles que compram sua cerveja. Ela NÃO PODE ser revendida. Isso mesmo… Até beber no gargalo ou diluir com soda limonada é possível, mas a revenda é considerada ilegal por eles.

Como conseguir uma cerveja dessa então? Sendo ilegal, infelizmente. Entre em uma loja de cervejas belgas e pergunte na cara dura se eles tem a Westvleterem. O dono da loja pode abrir o compartimento secreto que fica atrás da última prateleira, ou apenas te indicar onde na loja ela fica.

Para a alegria dos blogueiros que linkaram a promoção, vamos todos queimar na mesma sala de brassagem no inferno, já que a cerveja a ser sorteada na promoção Biertour 2011 é nada menos um que Westvleterem 12, a mais fodástica cerveja do mundo.

Se você ainda não está participando, é fácil! Basta escrever um artigo no seu blog contando sobre o sorteio das cervejas no Goronah e criar um link para o artigo que explica a promoção. No dia 12 de outubro, um dos blogs que ajudou na divulgação será agraciado com essa belezoca. Veja mais detalhes no artigo com o lançamento da promoção.


Nicholas Bittencourt. Analista de sistemas, nobre bacharel em Direito, fotógrafo, cervejeiro e blogueiro. Quando sobra tempo, também faço pipoca.

Comentários

  • […] serão vendidas fora dos portões da abadia. O Nicholas, do Goronah, esteve lá no mês passado e falou sobre a dificuldade de comprar a rara cerveja. Se ele tivesse adiado sua viagem para novembro, sua […]


  • 26/11
    11:19

    Achei “bastante” na Biertempel de Bruxelas. Tava na estante, na cara dura. 10 euros cada.


  • […] Além da qualidade da cerveja, fabricada no monastério trapista de Sint Sixtus, existe toda uma cultura sobre sua comercialização, o que torna seu consumo extremamente difícil. Os preços, normalmente ditados por traficantes de […]


  • 14/09
    21:58

    Já tomei a dita cuja direto na Abadia na Bélgica. Desculpa aí…heheheh. Tirando a brincadeira, é bom demais mesmo. Fora o lugar que é sensacional e comendo um quejinho para acompanhar. DEMAIS!
    abraços!


  • 07/08
    11:27

    Comprei diretamente na cervejaria “In de Vrede” em frente à abadia. Precisa dar sorte de no dia que vc for lá, eles estejam vendendo packs de 6 long necks da Westvleteren 12. Fora a cerveja, na cervejaria eles fazem um sorvete com a Westvleteren 8 que é espetacular!


  • 19/07
    06:52

    Depois de 5 anos vivendo na Holanda felizmente eu consegui comprar duas caixas da cerveja. Acho que vale a pena todo esforço pois foi a melhor que já provei, e olha que vivo aqui cercada de todas as cervejas belgas. Quem quiser informação precisa de como comprar, podem enviar perguntas pro meu email. Abs. Andrea


Leave a comment