01/03/12 | Homebrewing

Sabia como e para quem vender sua receita de cerveja

O sonho de muito cervejeiro caseiro é conseguir vender sua cerveja em larga escala, produzindo milhares de litros por mês daquela receita que fez com tanto carinho e amor. Enquanto não sai o dinheiro da mega sena, que tal conseguir alguém para produzir pra você?

Vendendo sua receita de cerveja

Pra quem vender?

Antes de sair de porta em porta com sua receita em baixo do braço, veja quem teria interesse em usar a receita de cerveja artesanal.

Cervejarias: busque aquelas que estão entrando no mercado de cerveja artesanal e procuram um produto diferenciado. Quando mais inovadora a receita, maiores as chances de fazer uma parceria.

Bares e Restaurantes: com a má vontade de grandes cervejarias de dividir torneiras com chopps artesanais, alguns bares estão começando a investir em seu próprio chopp, como aconteceu com o Boteco Colarinho e a Hoppium.

Por conta própria: Apesar de mais difícil, ainda é possível vender cerveja sozinho sem uma planta. Algumas cervejarias possuem capacidade excedente que pode ser contratada. Você ainda precisaria ter uma empresa para fazer a venda da produção.

Como negociar?

Se o responsável pela venda da cerveja não for você diretamente, existem algumas formas de lucrar com o produto direta ou indiretamente.

Por empreitada: Nesse caso você trabalha como um criativo que vai fazer um serviço e toda a propriedade intelectual da receita é do contratante. Pode ser útil quando trabalhamos com uma receita sazonal ou com baixa produção.

Royalties: Não estou falando da produção da Petroleum aqui, mas de ganhar uma taxa pela produção da receita. Você negocia com o parceiro um valor a ser pago por litro produzido, ganhando mais ou menos dependendo do sucesso do seu produto.

Marketing Pessoal: Pode ser usado caso você queira divulgar seu nome a outros clientes ou cervejarias. Assim a produção da cerveja poderia estar associada a você, devido a um prêmio ou reconhecimento que tenha recebido. Pode ser um diferencial para o parceiro e abrir portas para novos negócios!

E ainda…

Em todos os casos acima existem riscos associados, como a mudança da receita ou o desinteresse pela continuidade da produção. Negocie uma forma de trabalhar em pequenos ajustes na receita por um determinado período de tempo ou, em casos mais dráticos, uma forma de o bar não contratar outra cerveja do mesmo estilo por um determinado período de tempo.