15/05/12 | Curiosidades

Cientistas recriarão cerveja encontrada em naufrágio de 1840

Algumas vezes a gente encontra uma garrafa velha, meio empoeirada, no fundo do armário e fica até um pouco apreensivo de beber. Dependendo do estilo da cerveja, se for uma cerveja de guarda (não leia cerveja do guarda!), pode até bater aquela expectativa de saber como ela envelheceu durante os anos. Agora imagine encontrar uma com 170 anos?

 

Perdida no porão de um naivo naufragado na costa finlandesa, essa cerveja que vocês veem na foto está sendo estudada por cientistas que acreditam poder reproduzi-la em laboratório, tudo graças a levedura que sobreviveu tantos e tantos anos em estado de suspensão, hibernação ou o que for…

Se vocês acham impossível fazer isso, ou mesmo beber essa cerveja, no mesmo navio estava uma garrafa de champagne que foi leiloada e vendida como a bebida mais antiga em condições de consumo. Se o comprador bebeu o conteúdo da garrafa, ninguém sabe, mas perderia todo valor que ele pagou.

Fonte: Reuters | Foto: Huffinton Post