03/01/13 | Curiosidades

Matemáticos explicam: a espuma da Guinness parece afundar no copo

Uma das imagens mais simbólicas do mundo da cerveja é a formação do colarinho em um pint de Guinness. Assim que a cerveja é servida, as bolhar vão subindo lentamente até que é formada uma camada de espuma na parte de cima do copo. Ao contrário de outras cervejas, na irlandesa algumas bolhas parecem afundar. E matemáticos descobriram o motivo!

No pint, a cerveja se comporta de uma forma meio estranha, descendo pelas laterais e subindo à superfície pelo meio. Como as bolhas são pequenas, acabam sendo arrastadas por esse fluxo e descem no embalo, subindo novamente no meio do copo e formando o tradicional colarinho.

A mágica acontece por causa do formado do pint. Como ele é mais estreito na base que no topo, o fluxo de cerveja e bolhas subindo é muito alto, criando uma espécie de fonte que arrasta para baixo a cerveja das laterais e com ela as bolhas. É muito esforço computacional em prol da cerveja, né?

Fonte: Huffinton Post