03/01/13 | Economia e Mercado

Cerveja passa a ser considerada álcool na Russia e sofre restrições

Por muito tempo, a cerveja na Rússia foi considerada alimento, e não bebida alcoólica, devido a seu baixo teor alcoólico. Comparada aos mais de 40% ABV da vodka, os 4,5% ABV das cervejas eram considerados insignificantes e por isso a bebida era tratada como mais um refrigerante. Uma nova lei, que entrou em vigor no dia primeiro de janeiro, alterou a classificação da bebida, que agora é considerada alcoólica.

Russas tiram a roupa durante protesto

Russas tiram a roupa durante protesto. (Imagem meramente ilustrativa)

O principal motivo é que o país sofre com o problema de alcoolismo. A cada 5 mortes de homens adultos, uma está relacionada ao consumo de álcool, forçando o país a endurecer as leis que regem seu consumo. Com isso, a cerveja apenas pode ser vendida em lojas autorizada, mas não entre as 23 horas e as 8 da manhã. Comerciais de cerveja também foram banidos.

A indústria já mostra receio da medida, pois com as restrições muitas pessoas podem buscar bebidas mais fortes para manter o vício, dimunindo o volume de vendas e levando cervejarias a falência.

Fonte: NBC News