13/11/14 | Economia e Mercado

Escola Superior de Cerveja e Malte dá dicas para quem quer abrir o próprio negócio

Paixão pelo que faz é segredo para uma cervejaria de sucesso

Para muitas pessoas, a cerveja é protagonista de momentos de lazer e integração. A paixão por uma “gelada” faz com que alguns empreendedores levem a sério a bebida, optando por dividir com o mundo a sua cerveja preferida. Montar uma cervejaria requer mais habilidades do que apenas o amor pela “gelada” e a produção vai além de misturar os ingredientes, seguir receitas e manipular grandes panelas. Ser administrador de uma cervejaria requer conhecimento de mercado, pesquisa e aprimoramento constante. A equipe da Primeira Escola de Cerveja e Malte da América Latina preparou um passo a passo com algumas dicas para aqueles que pensam em montar uma cervejaria.

Foto_010-2014 (Laboratório)

1 – Saiba mais sobre cerveja

Muitos acreditam que cerveja é tudo igual, seguindo aquele hábito dos brasileiros de encontrarem e consumirem em grande quantidade o tipo “Pilsen”. Contudo, o diretor da Escola Superior de Cerveja e Malte, Carlo Enrico Bressiani, conta que há duas décadas, com o surgimento das artesanais, as pessoas foram conhecendo novos estilos como Pale Ale, Bock, Wiezen, Stout, Strong Ale e outras que fizeram com que os apaixonados pela bebida descobrissem novos sabores. Esses estilos carregam histórias e as características refletem a personalidade dos criadores, que, em grande maioria, são da Alemanha, Bélgica, Estados Unidos e Inglaterra. “A variedade de sabor, cor, aroma, textura, teor alcoólico, índice de amargor, espuma e ingredientes têm de estar na ponta da língua para você saber o que está produzindo e oferecendo ao mercado”, complementa.

2 – Prazer ou negócio

Quem nunca se aventurou pelo encantado mundo da produção de cerveja, deve ter bem claro em mente se quer produzir por hobbie ou se quer investir em um novo negócio. Na verdade, inicialmente, os amigos recomendam para conhecidos, cria-se uma pequena clientela e a renda é suficiente para equilibrar custos e receitas. Mas é preciso estar preparado para quando pessoas que você nunca viu começarem a pedir pela sua cerveja e você perceber que é possível ganhar dinheiro fazendo o que gosta. Mais do que produzir cerveja, você terá que administrar compras, estoques, matérias-primas, fluxo de caixa, marca, embalagem, distribuição e por aí vai. “Começa aqui a importância da gestão e do que você quer. Ou seja, se no início o diferencial reside na capacidade, ousadia e inovação, ao longo do tempo chega o mercado, exigindo profissionalismo e conhecimento técnico para manter e fazer prosperar o negócio”, explica Bressiani.

3 – Tenha estilo

A diferença entre trabalhar com prazer e ter um negócio está na forma como você encara a cerveja. Quando você gosta de fazer cerveja e faz isso muito bem feito, com diferenciais que agregam valor como um estilo próprio, você se torna um “homem do negócio” porque seu objetivo é viver fazendo algo que gosta. Mas se você encara a cerveja apenas como uma forma de ganhar dinheiro, você se torna um “homem de negócios” e aí tanto faz o estilo de cerveja que você produz.

4 – Gestão e administração

Mais do que um estilo próprio, você precisa atender a demanda e para não perder dinheiro é fundamental que você se inspire em histórias de quem já passou por esse processo. É por isso que a profissionalização, assim como em qualquer outro ramo, é a alma do negócio. A Escola Superior de Cerveja e Malte elaborou um curso sobre o assunto para o próximo ano. “O diferencial está justamente em ensinar a partir da experiência dos empreendedores de negócios em cerveja. Os professores, em sua maioria, serão pessoas que montaram sua própria cervejaria e vão ensinar os ingredientes para não errar no resultado final do produto”, revela o diretor Bressiani.

Curso de férias

Como montar uma cervejaria é um dos cursos que serão oferecidos pela Escola de Cerveja e Malte durante o mês de janeiro de 2015. A Escola lançou um período diferenciado de aulas para atender a demanda de estudantes que moram em outros Estados do Brasil. Os interessados podem fazer as matrículas até o dia 30 de novembro através do site www.cervejaemalte.com.br. O curso abrange desde o uso de pesquisa de mercado até o dimensionamento e registro de produtos, para que os alunos possam entender o mercado, pesquisar as necessidades e projetar o negócio com a maior segurança possível.

Outros cursos

  • Cervejeiro Artesanal Concentrado (12/1/2015 a 24/1/2015)
  • Sommelier de Cerveja – com certificação internacional pela Doemens Academy (19/1 a 31/1)
  • Gestão Sensorial Avançada (12/1 a 16/1)
  • Como montar sua cervejaria? (12/1 a 23/1)
  • Produção Industrial Módulo I (12/1 a 23/1)
  • Produção Industrial Módulo II (26/1 a 30/1)