12/05/14 | Cervejas e Comidas

Durante a Copa do Mundo, Curitiba será nome de cerveja na Inglaterra

Durante a Copa do Mundo, 900 pubs espalhados pela Inglaterra vão vender um chope com nome e essência bem curitibanos, o “Curitiba Pale Ale”. A bebida será fruto de uma parceria entre a cervejaria Bodebrown, destaque das artesanais paranaenses, e a britânica Adnams Brewery. O cervejeiro e fundador da Bodebrown, Samuel Cavalcanti e o seu irmão e sócio Paulo Cavalcanti, embarcam no dia 18 de maio para Southwold, na costa norte inglesa, para fabricar 160 mil litros da bebida. Toda a produção será destinada à rede de casas do grupo JD Wetherspoon, gigante do ramo em terras da Rainha, com pontos de venda em Aeroportos como o de Heathrow, estações de trem e centenas de estabelecimentos de rua. A fábrica, localizada no Hauer, vai importar uma parte deste lote para que possam ser degustados pelo público brasileiro.

bodebrown-samuel-paulo-cavalcanti

A cerveja colaborativa, como se chama no meio este tipo de parceria, nasceu a partir da vontade da AdnamsBrewery em ter uma cerveja brasileira, por inspiração da Copa. A Bodebrown foi escolhida pela sua grande tradição e currículo de prêmios, obtidos em concursos internacionais por países como Canadá, França, Argentina, e Austrália. “É uma tradição no segmento cervejeiro fazer estas parcerias, nas quais uma fábrica convida outra. Já fizemos mais de quatro aqui em Curitiba na fábrica da Bode, com convidados internacionais”, conta Samuel Cavalcanti, pernambucano radicado na capital paranaense há 20 anos. “Um deles foi o Greg Koch, da norte-americana Stone Brewing, que esteve conosco no ano passado. Ao conhecer nossas cervejas virou um grande embaixador da nossa marca e da revolução das cervejas artesanais curitibanas. Foi ele quem nos indicou para a AdnamsBrewery”. Com história centenária, a parceira britânica tem como mestre-cervejeiro Fergus Fitzgerald, também conhecido pela atuação na Fuller´s, outra marca badalada internacionalmente.
O grupo JD Wetherspoon e a cervejaria AdnamsBrewery já realizaram uma série de cervejas colaborativas com algumas das melhores cervejarias norte-americanas, como a Stone Brewing, Firestone Walker, New Belgium e The Bruery.

Homenagem a Curitiba

A escolha do nome, Cerveja “Curitiba Pale Ale”, reforça a atenção para com o movimento de artífices da cevada que fez da cidade um grande polo no crescimento gigantesco do mercado cervejeiro artesanal. “É uma forma de destacar a grande qualidade da produção na cidade. Em quase todos os bares do Reino Unido, a torneira de chope com nossa criação terá um brasão identificando o produto”, conta Paulo Cavalcanti. “Além de ser uma homenagem à terra que nos acolheu”. A fábrica, foi inaugurada em 2009. Só nos últimos dois anos, já ganhou mais de 30 medalhas em concursos nacionais e internacionais, além de ter sua produção aumentada de 3 mil para 36 mil litros no mesmo período. Este ano, em março, foi eleita bicampeã como a Melhor Cervejaria do Brasil pelo Festival de Blumenau. Fabrica mais de 12 cervejas diferentes, muitas delas em edições limitadas.

O estilo de cerveja que será fabricado na Inglaterra é o Pale Ale. “É um clássico da cervejaria inglesa. Mas vamos acrescentar em nossa receita toques de pimenta rosa, para trazer uma essência mais quente da América Latina. Utilizaremos ainda um blend de lúpulos norte-americanos e ingleses”, adianta Samuel. Os parceiros britânicos só fizeram um pedido: a produção tem que ser no método mais tradicional do Reino Unido, o “real ale” ou “cask ale”, no qual a cerveja não é filtrada e nem pasteurizada, sofrendo uma segunda fermentação depois de levada ao barril e só conta com gás carbônico natural.

Uma pequena amostra da cerveja poderá ser consumida no Brasil, com venda direta na fábrica da Bodebrown. “Vamos importar pelo menos 10 barris. Mas a ideia mais para frente é refazer a receita por aqui também”, conclui Samuel.

Texto de responsabilidade da assessoria de imprensa