04/06/14 | Legislação

Therezópolis tem prejuízo de 400 mil reais por causa da FIFA

A proteção da FIFA ao abuso das marcas relacionadas a Copa do Mundo chega a níveis dignos de uma comédia do grupo Monty Python. Não bastasse registrar o termo Pagode, o que levou muitos grupos do ritmo ao desespero, a associação causou um prejuízo estimado de 400 mil reais a Cervejaria Therezópolis.

therezopolis-gold-brasil-2014

O fato aconteceu devido a uma série especial da Therezópolis Gold (foto acima) onde se lê na caixa a expressão “Brasil 2014”. Estando presente na lista dos termos proibidos pela FIFA, o lote de 10 mil garradas não pode ser comercializado, cada uma ao preço sugerido de 37 reais.

O alerta foi dado por comerciantes da região, que receberam o produto e logo identificaram o problema. Todo o lote foi recolhido as pressas pela cervejaria, com o receio de um processo judicial, que aumentaria o dano.

Outras cervejarias brasileiras já anunciaram cervejas especialmente desenvolvidas para o evento, mas ainda não tivemos notícias de problemas em relação ao uso de marcas ou termos registrados pela organização.

Via UOL