03/07/14 | Saúde

Nutricionista ensina combinação saudável entre cerveja e petiscos para assistir os jogos

Para assistir aos jogos do mundial sem abrir mão da bebida que é paixão nacional, a dica é optar por comidas mais saudáveis e beber com moderação

Copa do mundo é sinônimo de confraternização entre os amigos. Entre cerveja e petiscos, a torcida se reúne para assistir aos jogos e vibrar com gols e dribles.

Muitas vezes é difícil não cometer exageros gastronômicos, já que as comidinhas e as bebidas são parte fundamental da festa.

Mas, com uma agenda cheia de jogos pela frente, é importante ficar atento para fazer escolhas equilibradas e fugir dos excessos. Seguindo algumas dicas, é possível manter a saúde em dia e ainda assim aproveitar o melhor do mundial de futebol.

cerveja-petiscos-nutricao

Petiscos mais saudáveis

Uma boa opção é trocar os tradicionais petiscos de bar, como queijos à milanesa, coxinha, pastel, batata frita e bolinho de bacalhau, por receitas mais leves que também combinam muito bem com cerveja, sem abrir mão do sabor.

Receitas como wrap de atum com salada, kafta, bolinhos assados, queijos mais leves –como o coalho–, e legumes crus temperados –como cenoura, pepino e salsão, são boas opções para manter a alimentação equilibrada nestas ocasiões de festa.

“As possibilidades para driblar os petiscos gordurosos são inúmeras, depende da vontade e da criatividade de cada um para fazer receitas e combinações inusitadas com ingredientes saudáveis”, explica a nutricionista e presidente da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE), Andrea Zaccaro.

‘Cervejinha’ está liberada, diz nutricionista

Depois de preparar um cardápio saudável e gostoso para acompanhar as partidas, é preciso pensar nas bebidas.

Água,água de coco, sucos de frutas naturais e chás gelados são ótimas escolhas para complementar a festa.

Mas todos sabem que o brasileiro não abre mão da bebida que, assim como o futebol, é considerada uma das paixões nacionais: a cerveja.

Dá para combinar os petiscos com uma cervejinha gelada sem culpa? A nutricionista afirma que sim, se consumida de forma moderada (uma lata para mulheres e duas para homens, segundo a OMS) a cerveja pode fazer parte de uma alimentação saudável. “A cerveja é feita de ingredientes naturais, como o lúpulo e a cevada que, associados ao baixo teor alcoólico, trazem benefícios à saúde”, explica Andrea.

Outra recomendação importante para os dias de jogos é evitar pular as refeições para não ter um apetite muito grande no momento da partida e, assim, consumir mais petiscos do que o usual. É essencial manter a rotina de refeições e evitar um jejum prolongado.

“No bar ou em casa é possível experimentar combinações saudáveis que acompanham muito bem a cerveja, sem abusar de frituras ou alimentos com excesso de gordura. Dá para torcer muito com familiares e amigos, sem deixar de cuidar da saúde, consumindo quantidades moderadas”, finaliza a nutricionista.

Referências

1. Kondo, K. Beer and health: Preventive effects of beer components on lifestyle-related diseases. BioFactors 22 (2004) 303–310.

Via Sociedade da Cerveja