26/10/16 | Economia e Mercado

2º Curso de Engenharia de Produção Cervejeira do mundo será oferecido no Brasil

Até então, as aulas eram ministradas apenas na Alemanha. O curso será oferecido pela Escola Superior de Cerveja através de sua mantida, a Faculdade Épica.

O mercado cervejeiro do Brasil segue o seu caminho para se tornar referência internacional. Após bater recordes superando 14 bilhões de litros fabricados por ano, gerar cerca de 3 milhões de empregos, oferecer um retorno de R$ 21 bilhões de impostos e representar 3% do PIB, o setor chama ainda mais a atenção mundial. Neste mês será lançado no país o 2º Curso de Engenharia de Produção Cervejeira do mundo. Até então, as aulas eram oferecidas somente na Alemanha.

foto_005-2015-lab_microbiologia_menor_corte

O curso será realizado pela Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM) a primeira instituição de ensino superior da América Latina especializada na área de bebidas, através da Faculdade Épica, sua mantida. A instituição está situada em Blumenau (SC), cidade conhecida pela colonização europeia e pelo estímulo as tradições germânicas. “Com certeza esta é uma conquista nacional. Mostra o quanto o Brasil está se preparando para atingir a excelência no setor cervejeiro”, explica o Prof. Dr. Carlo Enrico Bressiani, Diretor Geral da ESCM e da Faculdade Épica.

O profissional de Engenharia de Produção terá uma atuação ampla, pois estará apto para atuar no desenvolvimento econômico, na produção da bebida e na elaboração de projetos e equipamentos com o objetivo de beneficiar o sistema produtivo. O curso terá mais de 4 mil horas de aula que serão aplicadas no período noturno, na sede da Faculdade Épica. Ao todo serão abertas 50 vagas por ano.

O processo seletivo está previsto para ser realizado no segundo semestre de 2017, porém, a partir de outubro de 2016 a Faculdade Épica abrirá uma pré-inscrição aos interessados em receber mais informações sobre o prazo de matrículas e início das aulas. Os contatos podem ser realizados através do www.cervejaemalte.com.br ou do telefone (47) 3380-5200.