06/05/16 | Economia e Mercado

Cresce o número de mulheres que buscam especialização como mestre cervejeira

Curso oferecido pela Escola Superior de Cerveja e Malte tem mais procura que no ano anterior

Está registrado em pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência que 62% das mulheres escolhem a cerveja em comemorações. Além da paixão por degustar, o sexo feminino também está buscando mais especialização e conhecimento para produzir a bebida. Segundo dados divulgados pela Escola Superior de Cerveja e Malte, no curso de Mestre Cervejeiro que teve início em fevereiro deste ano, houve um aumento de 500% no número de interessadas no tema, em comparação com a turma de 2015. “Enquanto antes víamos apenas uma estudante na sala, agora encontramos seis alunas e esta estatística cresce ainda mais”, afirma Thiago Kuhn, gerente comercial da Escola.

Foto_002-2016 (Mestre cervejeira_menor)

No total, 122 mulheres passaram pelos cerca de 135 cursos oferecidos pela instituição nos dois primeiros anos da Escola. “Embora a procura ainda seja maior entre os homens, elas estão cada vez mais interessadas e ampliando a participação a cada semestre”, afirma.

A maioria das estudantes busca aprender sobre como empreender no segmento. A mestre em Química, Débora Lehnen, 32 anos, é um exemplo. Neste ano, ela optou por deixar a gerência de uma empresa e investir no seu hobby. “Na região de Salvador a área é pouco explorada e morando há dois anos lá, percebi que o interesse pelo assunto está crescendo muito”.

Já a engenheira química Carolina Loureiro, 24 anos, pretende abrir um Beer Pub, na Bahia, sua terra natal. Ela conta que o plano iniciou há cerca de dois anos, quando ainda estava cursando o Ensino Superior e produziu um Trabalho de Conclusão de Curso sobre o tema. “O foco era abrir uma micro cervejaria artesanal, com estudo de viabilidade”.

A área também chama atenção daquelas que, até então, não trilhavam o segmento. A Camila Utech, 29 anos, é formada em Direito. Atuou por 10 anos em um cartório, mas em 2015 passou a produzir cerveja caseira com amigos. Gostou tanto da experiência que decidiu mudar o foco da carreira e investir no conhecimento no mercado cervejeiro. “Pretendo adquirir mais experiência, atuar na área, na fábrica mesmo. Recebemos ofertas de emprego diariamente e isso é bem animador”, acrescenta a estudante.

O curso de Mestre Cervejeiro está entre os mais procurados. A terceira turma que irá iniciar em 9 de agosto já está lotada e restam poucas vagas para o próximo ano. Os interessados em participar da turma que começará em fevereiro de 2017 podem fazer a sua inscrição através do site da Escola.