27/07/17 | Eventos

Degusta Beer & Food terá quatro receitas fabricadas em sala de brassagem interativa aberta ao público

Evento ocorre no São Paulo Expo, entre 26 a 29 de julho

A edição 2017 do Degusta Beer & Food terá um espaço interativo de produção de cervejas, com especialistas e professores empenhados em mostrar os processos e tirar dúvidas do público, em tempo real, de 26 a 29 de julho, no São Paulo Expo. A Sala de Brassagem terá equipamentos, ingredientes e o envolvimento de algumas das melhores cervejarias do Brasil para desmitificar a cerveja feita em casa e promover a cultura cervejeira no país.

Nos quatro dias do evento, serão produzidas quatro receitas de diferentes estilos, assinadas pelas cervejarias Júpiter (São Paulo), Noi (Rio de Janeiro), Barco (Rio Grande do Sul/Santa Catarina) e Mea Culpa (São Paulo). A Barco, por exemplo, fará uma Vienna Lager que nunca foi comercializada pela marca. “Vamos aproveitar essa experiência até para testa-la, quem sabe podemos vir a lança-la? É um estilo que não é muito difundido dentre as lagers”, explica Christian Piva. Já David Michelson, da Júpiter, vai ousar ainda mais. “É uma cerveja que nunca fiz antes, uma Juicy Rye IPA. Tem uma onda de IPA que é um estilo sempre associado ao lúpulo. Achei bacana trabalhar com um malte diferente para ver se traz uma surpresa. A Júpiter tem uma pegada de trabalhar estilos modernos e acho que usar o centeio será bem interessante”, resume.

Cada receita será feita na braumeister de 50 litros disponibilizada pela MCA Equipamentos, que fornecerá todo o equipamento para a brassagem. Já os ingredientes serão fornecidos pela Agrária, distribuidora exclusiva no Brasil dos melhores maltes especiais alemães. A curadoria técnica da Sala de Brassagem é de responsabilidade da Sinnatrah Cervejaria-Escola, que vai coordenar também a participação de voluntários da Associação dos Cervejeiros Artesanais (AcervA).

“Nós convidamos as cervejarias a levar receitas experimentais ao evento, já que farão um lote único. Assim fica mais interessante para eles e para o público. E teremos sempre um professor disponível para ajudar a explicar os processos, entender as escolhas dos cervejeiros, falar de estilos, tirar dúvidas em geral”, conta Júlia Reis, da Sinnatrah. “Será uma nova plataforma de promoção da indústria cervejeira, gerando mais proximidade com o público consumidor”, completa Luana Cloper.